fbpx

Alimentos proibidos para bebés e crianças

Este artigo não pretende substituir a informação dada por um pediatra e é apenas informativo. 

A OMS, assim como vários outros organismos1, recomenda que a introdução da alimentação complementar seja feita a partir dos 6 meses de idade. A recomendação também é para que se introduza quase todos os alimentos, com a exceção de alimentos que possam causar alergia alimentar e de alguns outros alimentos, sem intervalo.

Enquanto alguns alimentos estão proibidos por serem prejudiciais à saúde do bebé em determinada idade, outros estão proibidos por representarem risco de asfixia, que de acordo com o site Healthy Children da Academia Americana de Pediatria, representam 50% dos casos de asfixia. Outro estudo mostra ainda que as uvas são a terceira causa mais comum de mortes por asfixia relacionadas com comida, depois de cachorros-quentes e rebuçados.

No artigo de hoje deixamos a lista completa de alimentos proibidos para poder recorrer sempre que tenha dúvidas.

Como reduzir o risco de asfixia

Alguns alimentos estão mesmo proibidos em determinadas idades, como o açúcar, o sal, o mel, entre outros. Outros alimentos estão proibidos quando oferecidos inteiros por representarem risco de asfixia. Alguns alimentos só podem ser introduzidos inteiros depois dos 4 ou 5 anos

De acordo com a American Academy of Pediatrics (AAP) o que torna certos alimentos mais perigosos é a sua forma e tamanho. Alimentos como por exemplo salsichas, cenouras e uvas podem ficar presos nas vias aéreas de uma criança. Além disso, alimentos que podem mudar de forma, como manteiga de amendoim, podem formar um tampão na garganta, o que torna difícil para as crianças tossirem ou curspirem o alimento. 

A AAP e outros especialistas dão algumas recomendações para reduzir o risco de asfixia:

Cortar alimentos como uvas e outras frutas, carne, queijo e vegetais crus em pequenos pedaços e formas que não possa bloquear as vias aéreas do bebé ou criança. Corte cachorros-quentes (e salsichas) ao comprido e na horizontal também.

Cozinhar os legumes para que fiquem mais macios e fáceis de mastigar.

Dar apenas pequenas quantidades de manteiga de amendoim ou outros alimentos semelhantes para impedir que bloqueiem as vias aéreas.

• Verificar se as crianças não estão envolvidas em atividades de alta energia quando estão a comer. Se elas tropeçarem ou se assustarem, podem ficar ofegantes e engolir grandes pedaços de comida.

Oferecer bastante água às crianças durante as refeições mas certifique-se de que líquidos e sólidos não sejam engolidos ao mesmo tempo.

Uvas inteiras só devem ser oferecidas a crianças a partir dos 5 anos.

Lista de alimentos proibidos

Até aos 6 meses:

Até aos 6 meses o bebé deve alimentar-se exclusivamente de leite materno em livre demanda ou leite artificial, por isso toda a alimentação complementar está proibida. 

Alimentos proibidos até aos 2 anos

  • Sal (até aos 12 meses)
  • Leite de vaca (até aos 12 meses)
  • Passas, tâmaras e outros frutos secos (até aos 12 meses)
  • Pimentas, malaguetas e caril (até aos 12 meses)
  • Sumos naturais de fruta (até aos 12 meses)
  • Mel
  • Açúcar
  • Bebida de arroz (arsénio)
  • Infusão de funcho
  • Enchidos, salsichas, bacon e fiambres
  • Carne, peixe, ovos ou marisco mal cozidos ou crus
  • Bacalhau (tem sal; apenas o fresco pode ser oferecido)
  • Peixes com espinhas
  • Enlatados (sal, aditivos, BPA)
  • Caldos industrializados tipo Knorr (sal, aditivos)
  • Molhos industrializados (sal, aditivos)
  • Refrigerantes (açúcar, aditivos, corantes)
  • Bolachas industrializadas (açúcar, aditivos)
  • Papas industrializadas (açúcar, aditivos)
  • Cereais industrializados
  • Sumos de fruta industrializados (açúcar, aditivos e em alguns casos corantes)
  • Chocolate (açúcar)
  • Pedaços grandes de carne (risco de asfixia)
  • Cenoura crua (risco de asfixia)
  • Aipo (risco de asfixia)
  • Maçã crua (risco de asfixia)
  • Pêra crua que não esteja muito madura (risco de asfixia)
  • Amêndoas, amendoins, nozes ou outros frutos secos e sementes inteiras (risco de asfixia) – não oferecer antes dos 5 anos
  • Grandes quantidades de manteiga de amendoim, amêndoa, ou outras castanhas (risco de asfixia) – oferecer quantidades pequenas, barrada na torrada ou pão, ou misturada na papa. 
  • Pipocas (risco de asfixia) – não oferecer antes dos 5 anos 
  • Uvas inteiras (risco de asfixia) –  Devem ser oferecidas cortadas ao comprido e em 4 pedaços ou mais até pelo menos 5 anos
  • Tomates cherry e chucha inteiros (risco de asfixia) –  Devem ser oferecidas cortadas ao comprido e em 4 pedaços ou mais até pelo menos 5 anos
  • Cerejas (risco de asfixia) –  Devem ser oferecidas sem caroço e cortadas ao comprido e em 4 pedaços ou mais até pelo menos 5 anos
  • Morangos inteiros (risco de asfixia) –  Devem ser oferecidas cortadas ao comprido e em 4 pedaços ou mais até pelo menos 5 anos
  • Mirtilos (risco de asfixia) – oferecer esmagados com o dedo ou cortados ao meio ou mais
  • Gomos de frutas cítricas (risco de asfixia)
  • Maçaroca de milho ou milho inteiro (risco de asfixia)
  • Rebuçados e chupas (risco de asfixia)
  • Pastilha elástica (risco de asfixia)
  • Marshmallow (risco de asfixia)

Alimentos proibidos a partir dos 2 anos

  • Amêndoas, amendoins, nozes ou outros frutos secos inteiros – risco de asfixia; não oferecer antes dos 5 anos
  • Pipocas – não oferecer antes dos 4 anos por risco de asfixia
  • Uvas inteiras – As uvas nunca devem ser consumidas inteiras. Devem ser oferecidas cortadas ao comprido e em 4 pedaços ou mais até pelo menos 5 anos
  • Tomates cherry e chucha inteiros – O mesmo que com as uvas. Devem ser oferecidos cortados ao comprido e em 4 ou mesmo 8 pedaços até pelo menos o bebé ter 5 anos
  • Cerejas – O mesmo que com as uvas. Devem ser removidos os caroços e oferecidas cortadas em 4 ou mais até o bebé ter pelo menos 5 anos
  • Morangos inteiros – devem ser oferecidos cortados em 4 ou 8 pedaços se forem grandes
  • Mirtilos – oferecer esmagados com o dedo ou cortados ao meio ou mais
  • Gomos de frutas cítricas – risco de asfixia
  • Salsichas – risco de asfixia
  • Gomas – risco de asfixia
  • Rebuçados e chupas – risco de asfixia
  • Pastilha elástica – risco de asfixia

Embora a AAP recomende não oferecer uvas inteiras (e alimentos semelhantes) até aos 5 anos, o recomendado é avaliar maturidade mesmo depois disso. Algumas crianças mesmo depois dos 5 anos podem não estar preparadas para consumir esses alimentos inteiros.

Oferecer com moderação depois dos 2 anos:

Açúcar

Bolachas

Sumos de fruta industrializados

Refrigerantes

Cereais

Enchidos, salsichas, bacon e fiambres

Fontes:

Healthy Children (da AAP), Choking Prevention

Huffington Post, Yes, You Should Still Cut Your Kid’s Grapes To Avoid Choking

Amy J Lumsden. Jamie G Cooper. The choking hazard of grapes: a plea for awareness. Emergency Department, Aberdeen Royal Infirmary, UK. December 2016.

Food Allergy Canada

Centers for Disease Control and Prevention, Choking Hazards

Relato de uma mãe sobre o filho de 5 anos ter sido operado para remover uma uva que ficou presa no esófago

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: