fbpx

O arroz é um dos alimentos mais consumidos pelos portugueses e um acompanhamento muito apreciado. E é uma boa fonte de hidratos de carbono, tão importantes na alimentação de bebés e crianças pequenas.

Mas, como explicamos em mais detalhe neste artigo, o arroz contém arsénio. E bebés e crianças são especialmente vulneráveis aos efeitos adversos à saúde da exposição ao arsênio. Pela imaturidade do seu organismo mas também porque a exposição materna ao arsénio resulta na exposição fetal, uma vez que este contaminante atravessa a placenta.

Mas sem alarmismos! O importante oferecer sempre o arroz dentro de uma alimentação variada, e evitar incluir outros produtos que contenham arroz na alimentação do bebé.

Mas há boas notícias! Lavar o arroz, demolhar se for integral e ter alguns cuidados a cozinhar permite reduzir a quantidade de arsénio no arroz.

Um estudo recente mostrou que é possível reduzir significativamente o arsénio no arroz através do cozimento. Especificamente, cozendo o arroz duas vezes. Os resultados do estudo mostram uma redução do arsénio inorgânico de 73% em arroz branco e 54% no arroz integral através deste método de cozimento.

Como cozinhar o arroz passo-a-passo:

1. Adicionar água a uma panela (4 chávenas por 1 chávena de arroz)

2. Adicionar o arroz e deixar ferver. Cozinhar por 5 minutos

3. Coar o arroz e descartar a água

4. Adicionar água à panela (desta vez 2 chávenas por 1 chávena de arroz)

5. Cozer o arroz em lume brando com a tampa até estar cozido.

Se usar arroz integral, lembre-se sempre de demolhá-lo antes entre 12 a 24 horas (ou pelo menos durante a noite!). Leia mais sobre a importância de demolhar cereais neste artigo.

Fonte:

Manoj Menon, Wanrong Dong, Xumin Chen, Joseph Hufton, Edward J. Rhodes, Improved rice cooking approach to maximise arsenic removal while preserving nutrient elements, Science of The Total Environment, Volume 755, Part 2, 2021, 143341, ISSN 0048-9697.

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

%d bloggers like this: