fbpx

Dicas para reduzir o desperdício alimentar

Basta olharmos para o nosso caixote do lixo de vez em quando: a quantidade de comida que deitamos fora é enorme! Entre comida que se estraga na despensa ou no frigorífico, partes de alimentos que não usamos, o desperdício de alimentos é grande na maior parte das casas.

De acordo com dados da Comissão Europeia, na União Europeia, cerca de 20% do total de alimentos produzidos são perdidos ou desperdiçados, sendo que as famílias representam mais da metade do desperdício total de alimentos na UE (47 milhões de toneladas)1.

Reduzir o lixo que geramos é uma forma de reduzir a nossa pegada ecológica e sermos mais sustentáveis mas também de poupar dinheiro! Quando temos planos para os alimentos que compramos e consumimos, conseguimos poupar muito dinheiro no supermercado com as compras da semana ou do mês. 

Além disso, ao envolvermos os nossos filhos na cozinha e ensiná-los a reduzir desperdício alimentar, estamos a ajudá-los a tornarem-se adultos mais conscientes.

Sabemos que estamos apenas a tocar a superfície com este artigo, mas deixamos uma lista de dicas muito simples para ajudá-la a reduzir o desperdício alimentar na sua casa, ser mais sustentável e poupar dinheiro!

Congelar bananas maduras e frutos vermelhos 

Bananas são frutas que facilmente acabam a apodrecer no cesto da fruta. Uma forma excelente muito prática de salvar todas as bananas é congelá-las. Depois pode usá-las para fazer gelados caseiros, smoothies, batidos ou mesmo papas frias para o bebé quando ela ou ele tiver dentes a sair. Outras frutas que podem ser congeladas são os frutos vermelhos. Embora hoje em dia se encontre frutos vermelhos durante (quase) todo o ano, o ideal é comprá-los e congelá-los no verão, quando estão na época deles e são mais saborosos e mais baratos.

Outras frutas que podem ser congeladas: dióspiros, manga, abacaxi, meloa.

Congelar comida

Além da fruta, congelar comida já pronta não só é ótimo para poupar tempo na cozinha como evita que acabemos por deitar a comida fora. Então se sobrou arroz e não há planos para comê-lo no dia seguinte, congele! A maior parte da comida pronta (seja sopa ou segundo prato) pode ser congelada.

Se fizer um segundo prato já com planos de congelar uma parte para ter comida pronta no congelador, garanta que tem planos para essas refeições prontas durante o mês seguinte. Uma boa forma de fazer isso é adicionar as datas às embalagens congeladas e verificar sempre o congelador antes de planear as refeições da semana e fazer as compras da semana.

Além de congelar comida já pronta, pode congelar vegetais que estejam a estragar no frigorífico. O ideal é lavá-los e congelar os vegetais já cortados (por exemplo a couve já cortada para o caldo verde, o espinafre picado para o esparregado ou os pimentos já cortados para o refogado), ou fazer molhos (como molho de tomate ou pesto) e congelar o molho já pronto.

Pode fazer pesto com quase qualquer erva aromática fresca ou verdura que esteja a estragar: É possível fazer pesto com manjericão, salsa, coentros ou uma mistura (salsa com manjericão, manjericão com coentros). Também é possível usar folhas verdes escuras como kale, espinafres ou mesmo a rama da cenoura para fazer pesto. Depois de feito o pesto, pode congelar o que não for consumido em formas de gelo e ir usando sempre que precisar.

Usar os talos dos brócolos, couve-flor ou couve no arroz

Normalmente usamos os floretes dos brócolos ou as folhas da couve e deitamos fora os talos maiores. Mas os talos também são nutritivos e uma forma de usá-los é adicioná-los ao arroz simples.

Só precisa lavar o talo juntamente com os floretes dos brócolos, picá-lo e depois refoga-lo sozinho (no lugar da cebola ou alho), ou com cebola e um pouco de azeite antes de fazer o arroz. Depois só precisa adicionar o arroz e cozê-lo como faz normalmente. Os talos dos brócolos, couve-flor ou das couves vão dar sabor e nutrientes ao arroz!

Outros restos de alimentos que podem ser usados

Rama de cenoura: Usar a rama da cenoura para fazer refogados juntamente com cebola e alho. Quando a cebola e o alho estiverem dourados, juntar a rama picada como se fosse salsa ou coentros e cozinhar mais alguns minutos. Este refogado pode ser usado no arroz, na massa ou em qualquer receita de segundo prato que use refogados.

Folha de beterraba: Lavar as folhas e talos e picá-los. Numa frigideira refogar alho com um pouco de azeite quando estiver dourado, adicionar as folhas de beterraba e cozinhar até estarem macias. Temperar com sal e pimenta.

Planear as refeições da semana e fazer compras sempre com lista

Esta talvez seja a que requer um pouco mais de tempo e hábito mas é provavelmente a mais importante. Quando vamos ao supermercado sem ter ideia do que vamos cozinhar acabamos por comprar coisas que não usamos. Guardar duas horas da semana para planear as refeições da semana e fazer uma lista de supermercado com base nessas refeições garante que compra apenas o necessário para a semana. Cá em casa o dia de planear é sextas-feiras ao fim do dia e as compras ao sábado de manhã.

Além disso é importante evitar comprar coisas que não estavam na lista, mesmo que estejam em promoção. Quando não temos um plano para a comida é possível que ela acabe por se estragar.

Outra questão importante em relação a fazer compras é não ir ao supermercado antes das refeições ou quando estamos com fome. Quando vemos comida com fome temos maior tendência a fazer comprar comida por impulso e comprar coisas fora da lista. 

Dica: Fazer a mesma comida para toda a família e incluir o bebé nessas refeições(oferecendo o mesmo segundo prato ao bebé que faz para o resto da família)  logo que possível, normalmente a partir dos 9 – 12 meses, facilita muito o planeamento das refeições da semana! 

Ver o que temos na despensa uma vez por mês

Fazer uma inspeção à nossa despensa uma vez por mês é importante para vermos o que temos já disponível em casa, prazos de validade e garantirmos que conseguimos consumir aquilo que está mais próximo da data de validade. 

Em breve teremos templates de refeições da semana e listas de supermercado disponíveis gratuitamente no nosso blog.

1Food Waste | Food Safety

Se tiver interesse neste tópico pode consultar aqui a biblioteca de recursos da União Europeia.

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: