fbpx

A diversificação alimentar é um mundo de coisas novas para os pais. E muitas vezes, cheio de informação contraditória e recomendações diferentes.

Uma delas é sobre o intervalo entre a introdução de dois alimentos novos na alimentação do bebé. Mas afinal, devemos esperar entre a introdução de dois alimentos? São 2, 3 ou 5 dias? Explicamos tudo em baixo.

A regra de esperar entre 3 a 5 dias entre a introdução de dois alimentos novos na diversificação alimentar é uma regra antiga e ainda recomendada por alguns órgãos de saúde, como é o caso da Academia Americana de Pediatria. Também ainda vemos muitos pediatras e médicos de família em Portugal a fazer a mesma recomendação.

No entanto, não existe nenhuma informação sobre o tema no Guia da Alimentação Saudável dos 0 aos 6 anos da DGS. Isto prende-se ao facto de não existir evidência científica que suporte esta recomendação. É mais uma questão de senso comum. Aliás, órgãos de saúde mais atualizados já não referem intervalos entre introdução de alimentos.

Isolar o alimento que causa a alergia durante a diversificação alimentar

A razão principal pela qual se recomenda esperar é poder isolar reações alérgicas. Se o bebé tiver reação alérgica depois de uma refeição, será fácil identificar qual alimento causou a reação, já que é introduzido um alimento novo de cada vez.

No entanto, esta regra torna a introdução alimentar muito mais lenta e faz com que o bebé tenha menos variedade na alimentação durante mais tempo.

Se pensarmos, em 90 dias um bebé já poderá ter experimentado mais de 90 alimentos. Mas, se fizermos um intervalo de 3 dias entre dois alimentos, o bebé terá experimentado algo como 30 alimentos novos.



Em cima disto, ainda temos de dar prioridade a alimentos ricos em ferro, temos de aproveitar a janela imunológica para introdução de alergénicos alimentares. Isto torna a oferta de novos alimentos extremamente limitada.

Alimentos de baixo risco

Embora em teoria todos os alimentos possam causar alergia alimentar – até a banana que muitos médicos sugerem ser um dos primeiros alimentos a introduzir! -, os alimentos não têm o mesmo risco de causar alergia. Assim como o risco não é o mesmo para todos os bebés.

É importante saber que se o seu bebé tem histórico de eczema, alergia ou asma, ou se há histórico na família Não introduza nenhum alimento sem falar com o médico que o segue.

Para os outros bebés, esta é a lista de alergénicos comuns:

  • Amendoim
  • Leite de vaca
  • Ovo
  • Trigo
  • Soja
  • Peixe
  • Frutos do mar
  • Oleaginosas
  • Sésamo

Para esses alimentos pode manter o intervalo ou pelo menos garantir que não introduzi nenhum alimento novo quando introduzir um alergénico.

Para os outros alimentos de baixo risco, a decisão é sua, mas não é preciso dar intervalo e pode introduzir mais do que um alimento de cada vez. Pode sim, evitar introduzir vários alimentos ao mesmo tempo (por exemplo, o prato do bebé ter um alimento de cada grupo e todos eles serem novos)

O que quer que decida, a decisão em sua!

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

%d bloggers like this: