fbpx

Os 12 alimentos que deve comprar biológicos

Quer sejam orgânicos ou cultivados convencionalmente, as frutas e vegetais são componentes fundamentais na dieta de um bebé, criança ou adulto.

No entanto, muitas frutas e vegetais contêm resíduos de pesticidas potencialmente prejudiciais, mesmo depois de lavar, descascar ou esfregar. Os pesticidas que consumimos nos alimentos são encontrados na urina de adultos. Qual será o impacto em bebés e crianças?

Agora sabemos que fazer uma alimentação 100% biológica é impossível para a maior parte das pessoas. Os alimentos biológicos são mais caros que os convencionais (algumas vezes muito mais caros) e em alguns casos difíceis de encontrar. 

Por isso queremos partilhar esta lista feita pelo Environmental Working Group (EWG), uma instituição americana, que cria uma lista anual chamada “Dirty Dozen”, que inclui as 12 frutas e vegetais com maior vestígio de pesticidas. Esses alimentos são os que devemos consumir biológicos. Ver a lista.

No final ainda disponibilizamos os “Clean Dozen”, que é a lista dos 12 alimentos que podemos consumir convencional, uma vez que tem menor vestígios de pesticidas.

Comer alimentos orgânicos reduz a exposição a pesticidas e está relacionado a uma variedade de benefícios à saúde, de acordo com um artigo publicado este ano na revista científica Nutrients.1 Em quatro ensaios clínicos separados, as pessoas que mudaram de alimentos convencionais para orgânicos observaram uma rápida e dramática redução nas suas concentrações urinárias de pesticidas, um marcador de exposição a pesticidas. Estudos adicionais ligaram o maior consumo de alimentos orgânicos a níveis mais baixos de pesticidas na urina, melhor fertilidade, menor incidência de linfoma não-Hodgkin e índices de massa corporal mais baixo.1,2

A lista dos “Dirty Dozen” (os 12 alimentos considerados “sujos”) de 2020

  1. Morango
  2. Espinafres
  3. Kale
  4. Nectarinas
  5. Maçãs
  6. Uvas
  7. Pêssegos
  8. Cerejas
  9. Pêras
  10. Tomates
  11. Aipo
  12. Batatas

Como vê pela lista, a regra geral é: se o alimento tem casca fina ou não tem casca (como é o caso dos morangos), dê preferência aos biológicos. 

A essa lista acrescentaria ainda passas (que foram testadas e obtiveram mais pesticidas que qualquer alimento da lista), os pimentos, alface e mirtilos, que vêm logo a seguir. E embora este estudo não inclua outros alimentos além de frutas e vegetais, resíduos de pesticidas são encontrados no leite de vaca.

Os “Clean Fifteen” (ou 15 frutas e vegetais “limpos” de pesticidas)

  1. Abacate
  2. Milho
  3. Ananás
  4. Cebolas
  5. Papaia
  6. Ervilhas (congeladas)
  7. Beringela
  8. Espargos
  9. Couve-flor
  10. Meloa cantaloupe
  11. Brócolos
  12. Cogumelos
  13. Repolho
  14. Meloa
  15. Kiwi

Pesquisadores da Universidade de Harvard usaram dados de testes do Departamento da Agricultura Americano (USDA) e métodos semelhantes aos da EWG para classificar os produtos com alto ou baixo teor de pesticidas.3 E as listas que obtiveram de alimentos com alto e baixo teor de pesticidas se sobrepõem na maioria às listas do EWG de Dirty Dozen e Clean Fifteen.

Fontes:

  1. Vigar, V., et al., A Systematic Review of Organic Versus Conventional Food Consumption: Is There a Measurable Benefit on Human Health? Nutrients, 2020; 12(1), 7. DOI: https://doi.org/10.3390/nu12010007. https://www.mdpi.com/2072-6643/12/1/7/htm.
  2. Papadopoulou, E., et al., Diet as a Source of Exposure to Environmental Contaminants for Pregnant Women and Children from Six European Countries. Environmental Health Perspectives, 2019; 127(10). DOI: https://doi.org/10.1289/EHP5324. https://ehp.niehs.nih.gov/doi/full/10.1289/EHP5324.
  3. Chiu, Y.H., et al., Association Between Pesticide Residue Intake from Consumption of Fruits and Vegetables and Pregnancy Outcomes Among Women Undergoing Infertility Treatment With Assistance Reproductive Technology. JAMA Internal Medicine, 2018. DOI: 10.1001/amainternmed.2017.5038. http://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/article-abstract/2659557
Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: