fbpx

Que quantidade oferecer ao bebé?

Por volta dos 6 meses (às vezes um pouco depois) o bebé começa a mostrar sinais de que está pronto para começar a comer comida sólida – os chamados sinais de prontidão. É neste momento que começamos a introdução da alimentação complementar, ou diversificação alimentar, um marco importantíssimo no desenvolvimento do bebé e uma fase tão esperada pelos pais. 

Ir para download de template com ideias de refeições.

Esta fase coincide com a altura em que o leite materno deixa de ser suficiente para dar todos os nutrientes que o bebé necessita e é por isso necessário que o bebé passe a comer comida sólida de forma complementar ao leite materno ou fórmula. 

No início da introdução da alimentação complementar, o bebé tem um estômago muito pequeno, e fica cheio muito rapidamente. Muitos bebés também têm preferência pelo leite materno. Então comece com quantidades pequenas e vá aumentando gradualmente a quantidade de comida. Se amamenta, continue com amamentação em livre demanda.

De acordo com estimativas das necessidades energéticas de bebés entre os seis a oito meses de idade da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a OMS, a contribuição energética da alimentação complementar é de aproximadamente um quinto da necessidade total (OMS, 2009; OPAS, 2003). Entre 9 e 11 meses, a alimentação complementar contribui com pouco menos da metade da necessidade total de energia estimada.

Alimentação Responsiva

De acordo com a OMS, entre os 6 e os 8 meses de idade, as necessidades energéticas do bebé são de aproximadamente 600 kcal por dia. A partir dos 9 meses até aos 11 meses, o bebé precisará de 700 kcal por dia e entre os 12 e os 23 meses passa para 900 kcal por dia.

Obviamente, não vamos estar a calcular as calorias que os nossos bebés estão a consumir por dia ou ficamos loucas! Por isso, a quantidade de comida que devemos oferecer ao bebé deve ser baseada no princípio da alimentação responsiva (responder aos sinais de fome e saciedade do bebé), garantindo que a frequência das refeições e a densidade energética dessas refeições sejam adequadas para atender às necessidades calóricas e nutricionais do bebé e da criança.

Mais sobre alimentação responsiva neste artigo.

Número de refeições

Regra geral, crianças saudáveis devem comer 4 a 5 vezes por dia, podendo ser oferecidos ainda 1 a 2 lanches adicionais entre as refeições por dia, desde que sejam saudáveis e nutritivos. 

Ofereça uma variedade grande de alimentos para dar um perfil amplo de vitaminas e minerais ao bebé. Mantenha também a oferta de frutas e vegetais nos lanches mesmo depois de introduzir finger foods.


Faça o download da nossa checklist de alimentos para registar os alimentos que já ofereceu ao seu bebé


E antes do bebé fazer 1 ano?

Dos 6 aos 9 meses:

O bebé deve fazer 2 a 3 refeições por dia, além do leite materno em livre demanda. Esta é a fase inicial da introdução da alimentação complementar. As quantidades vão ser pequenas e precisam ser aumentadas gradualmente. 

Se começar a diversificação alimentar com papas e sopas deve aumentar gradualmente a consistência e textura dos alimentos oferecidos. 

Evolução das texturas na comida do bebé

Passe a usar o garfo em vez da trituradora para fazer os purés e papas do bebé. Ofereça alimentos cortados em pedaços pequenos assim que o bebé conseguir fazer o movimento de pinça (normalmente entre os 8 e 9 meses).

A partir dos 8 ou 9 meses, o bebé já pode comer lanches adicionais entre as refeições, desde que sejam saudáveis e nutritivos (frutas, vegetais ou finger foods saudáveis).

Dos 9 aos 12 meses:

A partir dos 9 meses, o bebé já deve comer 3 a 4 refeições por dia. Adicionalmente, ainda podem ser oferecidos 2 a 3 lanches saudáveis e nutritivos entre as refeições. 

Nesta fase o bebé já não deve comer comida só papas ou sopas e já pode comer praticamente tudo o que a família come, desde que com algumas adaptações. Um exemplo é o feijão, que deve ser muito bem cozido e ligeiramente esmagado com um garfo.

Ideias de um dia de refeições para bebés até aos 12 meses

Ir para download.

6-8 meses: 

O leite continua a ser oferecido em livre demanda.

Pequeno-almoço: Leite materno

Meio da manhã: Fruta em BLW (abacate, banana, manga, maçã cozida, melão, papaia, etc) ou papa de fruta (papa de maçã e canela, ou papa de manga, maçã e mirtilos)

Almoço: Sopa de abóbora, courgette, batata doce, alho francês e carne de vaca1

Meio da tarde: Papa de fruta com leite materno (nem todos os bebés desta idade vão querer comer o lanche da tarde e vão preferir o leite materno). 

Jantar: Sopa de brócolos, batata e peixe1

Ceia: Leite materno

9-12 meses2:

Pequeno-almoço: Papa de millet e manga (usar leite materno na papa)

Meio da manhã: Fruta em BLW ou papa de fruta (banana, abacate e pêssego)

Almoço: Sopa3 + Puré de batata doce, brócolos cozidos e hambúrguer de vaca e cenoura4

Lanche: Panqueca de banana com manteiga de amêndoa

Jantar: Sopa3 + Arroz integral, feijão, beterraba e abóbora assadas (cortadas em pedaços pequenos ou esmagadas com um garfo se necessário), salmão grelhado

Ceia: Leite materno

A partir de 1 ano:

Pequeno-almoço: Ovo mexido, pão com queijo fresco, fruta

Meio da manhã: Fruta

Almoço: Sopa + Bolonhesa de tofu e lentilhas

Meio da tarde: Papa de iogurte e aveia 

Jantar: Sopa + Arroz integral, esparregado, peito de frango grelhado com cúrcuma e molho de iogurte

Notas:

1 é muito importante ir evoluindo a textura das papas e sopas ao longo desses primeiros meses para o bebé praticar a mastigação. Certifique-se que oferece pedaços de tamanho apropriado para o bebé. 

2 Alguns bebés já começam a comer comida com a mesma consistência da família a partir dos 9 meses, principalmente aqueles que já foram expostos a alimentos inteiros anteriormente. Podem ser necessárias apenas algumas adaptações no início, como por exemplo esmagar ligeiramente o feijão com um garfo.

3 Se fizer parte das refeições da família, pode oferecer sopa ao bebé.

4 Se ainda oferecer sopas, vá mudando a consistência da sopa para algo menos líquido e mais parecido com um puré e vá deixando alguns pedaços inteiros que não representem risco de asfixia para o bebé praticar a mastigação.

Faça o download do pdf com as ideias de refeições:

Ideias de um dia de refeições 6-12 meses

DOWNLOAD

Enviar link para download para:

Subscreva para receber as últimas receitas e artigos no seu email. Pode sair da lista a qualquer momento

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: