fbpx

Queijos na alimentação do bebé

Leites e derivados de leite são ricos em cálcio, proteína e vitamina A. Mas o leite de vaca está proibido até o bebé fazer 1 ano porque o leite de vaca interfere com a absorção do ferro. Mas e os queijos e os iogurtes, podem ser introduzidos a partir de que idade?

A introdução de lácteos antes dos 12 meses não é consensual. Por isso deve sempre conversar com o pediatra antes de introduzir queijos ou iogurtes.

As recomendações dos principais órgãos de saúde mundial.

Em termos de recomendações dos principais órgãos de saúde mundiais, a DGS recomenda introduzir o iogurte entre os 7 e 8 meses, mas não contempla queijo antes dos 12 meses.

Já a Academia Americana de Pediatra (AAP), o NHS do Reino Unido, o Ministério da Saúde Brasileiro dizem que se pode introduzir tanto iogurte como queijo a partir dos 6 meses. 

Não há evidências de que esperar para introduzir alimentos que possam causar alergia, como ovos, laticínios, soja, produtos com amendoim ou peixe, após os 4 a 6 meses de idade evite a alergia alimentar. No entanto, o teste de alergia ao amendoim é recomendado para bebês com eczema grave e / ou alergia ao ovo. Consulte o médico do seu filho sobre como e quando dar produtos com amendoim – AAP

Já falamos de iogurtes e a importância de oferecer apenas iogurte natural sem açúcar ou grego sem açúcar. Agora e os queijos? Porquê não há consenso em relação ao queijo?

Os queijos não são recomendados antes dos 12 meses de acordo com o manual de introdução alimentar da DGS (assim como por muitos pediatras em Portugal). Isto porque o queijo é considerado um alimento processado ou industrializado. Alimentos processados são alimentos elaborados a partir de alimentos in natura, porém, normalmente adicionados de sal ou de açúcar (ou outro ingrediente culinário) para durarem mais ou para permitir outras formas de consumo.

Todos os queijos têm sal – alguns muito sal – e o sal não é recomendada a introdução de nenhum queijo na alimentação do bebé antes dos 12 meses. 

De acordo com dados Sociedade Portuguesa de Hipertensão, um bebé de 6 meses deve comer 0,6g de sal por dia e a partir de 1 ano 1,28g.

Bebés e crianças precisam apenas de uma pequena quantidade de sal nas suas dieta. No entanto, como o sal é adicionado a muitos alimentos que se compram prontos, como pão, leguminosas enlatadas ou em vidro, ou mesmo bolachas, é fácil um bebé ou criança comer sal em excesso. Os bebés não devem comer sal porque os seus rins não conseguem lidar com o sal.

Os bebés que são amamentados obtêm a quantidade certa de sal através do leite materno. A fórmula infantil contém uma quantidade semelhante de sal ao leite materno.

Os tipos de queijo

É muito importante escolher queijos com menos sal e que não sejam ultraprocessados. Continua a ser um dos queijos que mais gostamos de usar.

No entanto e se optar por outro queijo, tenha em conta o seguinte:

  • Só se podem oferecer queijos pasteurizados
  • Bebés precisam de gordura por isso não opte por queijos magros.
  • Olhe sempre para a lista de ingredientes.
  • Escolha queijos com pouco sal para crianças pequenas

A comparação dos queijos:

Ricotta bio Eleclerc:

Ingredientes: Soro de LEITE orgânico, LEITE orgânico, NATA orgânica, sal, regulador de acidez: ácido LÁTICO. (Min 37% M.G/E.S.)

Sal: 0.43g por 100g

Todas as ricotas que analisei são feitas com os mesmos ingredientes. Todas tem algum regulador de acidez, o que varia entre elas é o regulador usado. A meu ver é o melhor queijo para oferecer a bebés e crianças pequenas.

Uma colher de chá equivale a mais ou menos 10g por isso corresponde a 0,043 gramas de sal.

Queijo fresco Saloio bio

Ingredientes: Leite de vaca pasteurizado, sal e coalho 

Sal: 0.7g por 100g

Os queijos frescos não biológicos têm uma composição semelhante. Usei este aqui porque é novidade.

Para sua referência, um queijo fresco pequeno tem 80g. Se der ¼ do queijo ao bebé, isso seria 0,14g de sal numa refeição.

Mozzarella fresca:

Ingredientes: LEITE, sal, coalho, regulador de acidez: ácido cítrico 

Sal: 0,8g por 100g

Cuidado com a forma como corta e oferece a mozzarella fresca para evitar risco de asfixia.

Requeijão de ovelha de Seia

Ingredientes: soro de leite de ovelha e sal.

Sal: 1,3g por 100g 

Babybel

Ingredientes: Leite de vaca e ovelha pasteurizado, fermentos lácteos, cloreto de cálcio, coalho e sal. 

Sal: 1.7g por 100g

1 queijo babybel tem 20g, ou seja 0,34g de sal.

O Babybel representa risco de asfixia para bebés e crianças pequenas. Ofereça em fatias finas até o seu bebé conseguir comê-lo com cuidado. Este é o aviso que eles incluem no site e produtos deles: “para evitar riscos de asfixia em crianças com menos de 4 anos, cortar em pedaços do tamanho de uma dentada. As crianças devem ser sempre supervisionadas enquanto comem.”

Agora as opções menos boas:

A maior parte dos queijos fatiados têm mais ingredientes do que os realmente necessário. É o caso do Milhafres, mas também do Limiano, Terra Nostra. Os queijos biológicos costumam ter listas menores e encontrei também queijos da marca El Corte Inglês contendo apenas leite pasteurizado, coalho, fermentos lácteos e sal. Tudo a mais é desnecessário.

Queijo Açoriano Milhafres fatias

INGREDIENTES: Leite de vaca pasteurizado, nata pasteurizada, fermentos lácteos, cloreto de cálcio, conservante: E 252, coalho e sal.

E os queijos que considero realmente problemáticos:

Philadelphia:

Ingredientes: LEITE, NATA, sal, estabilizadores (E410, E401, E407), conservante (E202).

Sal: 1.06g por 100g


Demasiados E’s. Deve ser evitado, especialmente porque há alternativas melhores no supermercado. 

A vaca que ri:

Ingredientes: LEITE MAGRO REHIDRATADO, QUEIJO, MANTEIGA, sais de fusão: polifosfatos; citratos; difosfatos e fostatos de sódio, sal.

Não entendo metade dos nomes dessa lista. 

O que tem mais sal da lista: 2g por 100g

Queijo Queru surpresa:

Ingredientes: Queijo, água, sais de fusão (E452, E339), conservante (E200) 

2.3g de sal por 100g

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: