fbpx

Ideias para tornar as refeições dos bebés mais nutritivas

É um facto: nós esforçamo-nos para oferecer os melhores ingredientes aos nossos filhos, para dar refeições saudáveis e nutritivas, mas às vezes é complicado. Os bebés passam por picos de crescimento, têm dentes a nascer, ficam doentes, passam por fases de selectividade alimentar. Incluímos vegetais e salada em todas a refeições, mas o bebé não come ou só come o arroz ou a massa, ou então só quer a carne.

Para refeições completas e nutritivas o ideal é evitar ao máximo alimentos industrializados e dar sempre alimentos o mais naturais possível e desde cedo.  Também é importante adiar ao máximo a introdução do açúcar (nunca antes dos 2 anos) porque o açúcar vicia o paladar.

Neste artigo damos algumas dicas muito simples e fáceis de implementar para ajudá-la a acrescentar mais nutrientes na alimentação do seu bebé no dia a dia:

1. Acrescentar sementes à comida

Tenho sempre sementes na despensa. As sementes contêm altos níveis de ácidos graxos essenciais, o perfil completo dos aminoácidos necessários para formar proteínas completas e digeríveis, além de terem vitamina A, B, C e E e os minerais cálcio, magnésio, potássio, zinco, ferro, selênio e manganês.

Sementes de sésamo, chia, linhaça, sementes de girassol ou abóbora (cuidado com o tamanho das duas últimas e o risco de asfixia!), o ideal é incluir sempre que possível pelo menos uma delas ou um mix às refeições. Para torná-las mais nutritivas e saborosas, torre as sementes numa frigideira em fogo médio-baixo ou no forno por alguns minutos. 

Algumas ideias:

Sementes de sésamo na massa ou arroz 

Linhaça moída nos smoothies, sumos e papas

Chia no bolo de arroz, croquetes, pataniscas, panquecas

Mistura de sementes assadas na sopa

2. Esconder vegetais nas receitas

Sempre que possível, adicione vegetais às receitas para torná-las mais nutritivas. Para bebés e crianças que sentem os vegetais no meio da comida e recusam ou cospem, o ideal é triturar o máximo possível ou adicioná-los em forma de puré. 

Algumas ideias:

Beterraba no molho de tomate

Puré de cenoura no hambúrguer

Espinafres no pesto

Couve no smoothie

3. Usar e abusar de ervas aromáticas

As ervas aromáticas dão um sabor incrível a tudo. Ter sempre algumas ervas aromáticas já lavadas e prontas para usar no frigorífico ou na despensa é o ideal para usá-las com frequência.

Algumas ideias:

Spring onions (e sésamo) no arroz 

Cebolinho no feijão

Salsa nas lentilhas

Salsa nas pataniscas

Hortelã nos sumos de fruta

Batatas assadas com alecrim

Tomilho com o pato

Chimichurri (salsa e coentros) com a carne de vaca 

Oréganos com molho de tomate ou na pizza

Coentros no guacamole

4. Comer sopa em todas as refeições

Este é um hábito bem português e é excelente criar esse hábito nos bebés desde o início da introdução da alimentação complementar. Quando os bebés e crianças estão habituados e gostam de comer sopa, conseguimos garantir que eles comem uma refeição nutritiva, mesmo que não estejam interessados em comer o segundo prato. A sopa também é uma ótima alternativa para fases de dentes a sair ou doença. 

Neste artigo damos 7 ideias de sopas deliciosas para a semana.

5. Oferecer frutas entre as refeições

As frutas são ótimas opções de lanches e snacks e, assim como com as sopas, quanto mais cedo criarmos esse hábito, melhor. Até aos 12 meses, a fruta costuma ser suficiente para (alguns) lanches, mas à medida que os bebés vão crescendo pode se dar algo para complementar a fruta como amêndoas, nozes ou outras castanhas (em tamanho e consistência apropriado para a criança), bolachas saudáveis, aveia, linhaça, ou iogurte.

Alternativas saudáveis à bolacha maria que se encontram nos supermercados.

6. Acrescentar vegetais ao arroz

Criar o hábito de fazer arroz sempre com algum vegetal é uma ótima ideia para fazer o bebé comer mais vegetais. Cá em casa, para reduzir desperdício alimentar, usamos sempre os talos e folhas dos brócolos e da couve-flor, assim como os talos das couves para fazer arroz. Mas há outras opções deliciosas:

Arroz de cenoura

Arroz de rama de cenoura (excelente opção para reduzir desperdício também)

Arroz de tomate e coentros

Arroz de pimentos

Arroz de grelos

Arroz colorido (ervilhas, cenoura e milho)

A base do arroz é sempre a mesma: refogar cebola e alho, o vegetal à escolha, adicionar o arroz, a água, temperar a gosto e depois de ferver reduzir o fogo para médio-baixo e tapar a panela. 

7. Usar caldo de vegetais em vez de água

Substituir a água no cozimento de sopas, quinoa, trigo sarraceno, arroz ou massa por caldo de vegetais, caldo de frango ou caldo de ossos, não só dá muito mais sabor à comida como ainda acrescenta mais nutrientes à refeição.

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: