fbpx

Pão

Este artigo faz parte do Glossário de Alimentos de A a Z.

O pão está muito presente na alimentação de qualquer português e é provavelmente um dos alimentos mais consumidos em Portugal. E embora possa ser oferecido a um bebé a partir dos 6 meses, não deve fazer parte da alimentação do dia-a-dia, especialmente durante a introdução alimentar, onde temos tantos alimentos novos e naturais para introduzir.

O pão é uma excelente fonte de hidratos de carbono, tão importantes para fornecer energia a bebés e crianças em crescimento. Assim como o trigo, o perfil nutricional vai depender do tipo de pão que oferece, sendo que atualmente existe uma variedade muito grande de pães disponível: pão de trigo (feito com farinha refinada), pão de trigo integral, pão de espelta, pão ancestral, pão de centeio, pão de quinoa. Existem até várias opções sem glúten para bebés com doença celíaca.

É preciso ter atenção ao pão por algumas razões:

  • Muitos pães têm outros alergénicos incluídos além do trigo (sésamo, ovo, oleaginosas, soja…).
  • Nem todos os pães são iguais: há pães processados e ultra-processados, dependendo da lista de ingredientes.
  • Todos os pães de compra têm sal.
  • O pão, em especial o miolo, representa risco de engasgo porque pode formar uma massa na boca do bebé.

Por isso, quando comprar um pão, leia a lista de ingredientes com cuidado e opte por pães com uma lista pequena de ingredientes (farinha ou farinhas, água e fermento), sem açúcar e com pouco sal.

A partir de que idade pode oferecer pão ao bebé?

A partir dos 6 meses ou quando o bebé já tiver todos os sinais de prontidão. Deve ser oferecido com moderação e com alguns cuidados, como explicamos em baixo.

O pão pode causar alergia?

Sim, o trigo é um dos alergénicos mais comuns que existe. Alguns pães podem ter outros alergénicos, por isso veja sempre a lista de alimentos antes de oferecer. Para saber como introduzir alergénicos, consulte este artigo.

É importante entender que a alergia ao trigo não é a mesma coisa que doença celíaca. A evidência científica sugere que mais de 60% dos bebés com alergia ao glúten, ultrapassam essa alergia até aos 12 anos. Já a doença celíaca é uma condição para a vida toda e requer uma dieta mais restritiva, eliminando da dieta todos os alimentos que contém glúten

Representa risco de engasgo?

Sim. O pão pode ser complicado para os bebés, especialmente o miolo. O pão pode amolecer em contacto com a saliva e formar uma massa na boca que pode representar risco de engaso. Ofereça sempre pedaços de côdea grandes e sem miolo ou tiras da largura de 2 dedos de um adulto de pão fatiado torrado. E como com qualquer alimento, nunca deixe o seu bebé comer sem supervisão.

Veja mais sobre os cortes e texturas dos alimentos neste artigo.

Como introduzir o pão ao bebé

Primeiro é importante entender que a introdução do pão antes dos 12 meses é uma decisão pessoal. Vai muito da vontade dos pais, dos hábitos da família. Está tudo bem se quiser oferecer, mas não precisa oferecer pão. Na minha opinião a moderação é sempre a chave, especialmente nos primeiros anos.

BLW:

Torre uma fatia fina de pão e corte em tiras da largura de 2 dedos de um adulto. Certifique-se que não há pedaços que possam sair com facilidade e representar risco de engasgo. Escolha também um pão sem sementes, uma vez que as sementes representam risco de engasgo para bebés.

O pão como alimento sozinho desta fase é desinteressante, mas é um ótimo veículo para introduzir outros alimentos, especialmente alimentos com ferro ou alguns alergénicos. Por isso opte por barrar o pão e servir ao bebé ao lanche ou mesmo nas refeições principais. Algumas ideias:

  • Húmus (inclui tahini, que é feito de sésamo e é um alergénico)
  • Pasta de feijão
  • Patê de fígado
  • Patê de carne
  • Patê de cogumelos
  • Manteiga de amendoim ou outra oleaginosa.

Uma nota sobre a manteiga de oleaginosas em geral: As manteigas têm uma consistência que pode facilmente formar uma massa na boca do bebé, colar-se à língua ou céu da boca. E por isso representam risco elevado de engasgo. Por isso, quando barrar o pão, use uma quantidade pequena de manteiga ou misture com outro alimento mais úmido. Um exemplo delicioso é misturar manteiga de amendoim com um pouco de banana amassada e barrar no pão.

Alternativamente, pode oferecer um pedaço de côdea rijo e com pouco miolo de pães tipo de padaria como pão d’+agua, pão d’avó, pão de mafra…

Quando o bebé começar a fazer a pinça fina, normalmente entre os 9 e os 12 meses, pode começar a cortar o pão torrado em pedaços pequeninos para o bebé agarrar com a ponta dos dedos. Continue a evitar oferecer pães com miolo denso ou pães que não estejam torrados.

Introdução convencional:

Pode oferecer o pão como finger food da mesma forma que explicamos para BLW.

Outra opção é fazer uma açorda para o bebé, mas nesse caso use um pão sem sal porque a quantidade de pão já vai ser maior.

Algumas sugestões de marcas de pães

São marcas que consumo com regularidade, pães feitos de forma natural, de fermentação lenta e minimamente processados. Atenção que todos têm sal. Mas há várias outras marcas, umas pequenas e outras maiores, que já fazem pão de fermentação natural e entregam em casa.

Fontes:

Associação Portuguesa de Celíacos – Alergia ao Trigo

Food Allergy Research and Education (FARE) – Wheat Allergy

The natural history of wheat allergy. Keet CA, et al. Ann Allergy Asthma Immunol 2009;102(5):410

Ricci G, Andreozzi L, Cipriani F, Giannetti A, Gallucci M, Caffarelli C. Wheat Allergy in Children: A Comprehensive Update. Medicina (Kaunas). 2019 Jul 23;55(7):400. doi: 10.3390/medicina55070400. PMID: 31340608; PMCID: PMC6681225.

G. Bonafaccia, V. Galli, R. Francisci, V. Mair, V. Skrabanja, I. Kreft, Characteristics of spelt wheat products and nutritional value of spelt wheat-based bread, Food Chemistry, Volume 68, Issue 4, 2000, Pages 437-441.

New Food Allergy Guidelines for Pediatricians

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: