fbpx

Quinoa

Este artigo faz parte do Glossário de Alimentos de A a Z.

A quinoa é considerada um pseudo-cereal: apesar de não pertencer à família dos cereais (Gramineae) apresenta algumas características nutricionais semelhantes, nomeadamente, o teor em hidratos de carbono. Por 100g (peso em cru), a quinoa possui 368 kcal, 14g de proteína, 64g de hidratos de carbono, 6g de gordura e 7g de fibra. Assim, a quinoa é considerada uma “boa fonte de proteína “e uma “excelente fonte” de fibra. No seu conteúdo mineral destaca-se o potássio e o fósforo. A nível vitamínico sublinha-se o seu teor em vitamina E e folato. 

Existem três tipo de quinoa: a branca, vermelha e preta. A primeira (branca) é a que apresenta o sabor mais delicado e é a mais macia dos três tipos; é ótima para bolinhos e hambúrgueres.  A vermelha é mais crocante e ligeiramente maior do que a branca. A quinoa preta, por sua vez, é a que tem o sabor mais forte e a mais crocante; é, provavelmente, a menos versátil dos três tipos.

Outra particularidade da quinoa é ser naturalmente isenta de glúten. Este aspeto é especialmente relevante para bebés e crianças que possam ser doentes celíacos. A quinoa pode ser uma alternativa interessante para celíacos ou para alérgicos ao trigo.

Por fim, mas não menos importante, a quinoa tem um composto chamado “saponinas” que lhe confere um sabor mais amargo. Felizmente, se a quinoa for demolhada e bem confecionada este efeito é atenuado.

A partir de que idade pode oferecer: + 6 meses ou quando o bebé já tiver todos os sinais de prontidão. No entanto, em alguns bebés mais sensíveis, a quinoa pode causar algum desconforto abdominal. Assim, se achar melhor e conhecendo o seu bebé melhor do que ninguém, poderá optar por esperar até os 7 ou 8 meses para introduzi-la na alimentação do bebé.

Pode causar alergia: Os grãos dos cereais são compostos maioritariamente por amido mas contêm também 10% a 15% de proteínas, que são responsáveis pelo desenvolvimento de reações alérgicas de diferentes tipos, nomeadamente a doença celíaca. O trigo é o cereal mais envolvido em alergias e, por oposição, o milho e o arroz são os que mais raramente a causam.

Uma vez identificada a alergia a um ou a vários cereais, recomenda-se uma dieta de evicção, isto é, uma alimentação que restrinja o (ou os) cereais a que o indivíduo é alérgico.

No entanto, a quinoa não é um cereal e também não existem casos reportados de alergia à mesma. Contudo, isto não significa que não haja qualquer perigo de alergia: qualquer alimento pode causa-la.

Representa risco de engasgo: Se bem confecionada (cozida até ficar bem macia), o risco é baixo.

Veja mais sobre os cortes e texturas dos alimentos neste artigo.

Como oferecer a quinoa

Seja qual for o fim que pretende dar à quinoa, comece por demolhá-la quinoa, este passo vai facilitar a remoção das “saponinas” e melhorar o sabor deste pseudo-cereal. Demolhar também ajuda a reduzir o desconforto abdominal. Pode demolhar apenas em água, ou adicionar algumas gotas de limão à agua.

BLW:

Coza a quinoa em água (2 a 3 vezes a água) até ficar bem macia. A quinoa fica solta quando cozida e é difícil para um bebé comer sozinho no início. Para obter uma consistência que o bebé possa comer por ele pode:

  • Amassar a quinoa com um garfo juntamente com algum vegetal (cenoura, abóbora) ou tubérculo cozido (batata-doce, batata).
  • Triture a quinoa para fazer um puré/papa. Pode fazer o puré apenas com quinoa ou juntar vegetais.

A quinoa também é ótima para incluir em hambúrgueres e bolinhos (especialmente a branca como foi dito anteriormente). Basta adequar o formato e o corte dos mesmos à fase de desenvolvimento no qual o bebé se encontra.

A quinoa pode ser usada para fazer papas (de forma semelhante às papas de aveia). O seu sabor versátil tanto permite conjugá-la com elementos “salgados” como também com fruta e purés de fruta.  Para disfarçar o sabor amargo, pode cozer a quinoa em leite de coco e juntá-la a frutas mais doces como manga ou banana.

A partir dos 12 meses, pode oferecer a quinoa cozida como acompanhamento para o bebé treinar o uso da colher.

Introdução convencional: 

A quinoa pode ser incluída na sopa, em purés ou até mesmo usada para fazer papas de fruta e cereais, sendo uma alternativa à aveia. Se fizer sopas ou purés pode cozer a quinoa em água ou caldo de vegetais ou caldo de frango. Se fizer papas de fruta, coza a quinoa em água ou leite vegetal, como leite de coco. Pode adicionar a fruta ao cozimento ou juntar a fruta depois para triturar.

Veja receitas com quinoa aqui.

Escrito por:
Raquel Gomes, estudante de nutrição na Universidade do Porto e autora da página de Instagram Sem Papas e Bolos. Divide o tempo livre entre redação de artigos, criação de posts informativos e formações na área da nutrição. Adora ciência e comunicá-la é uma das suas paixões.

Aviso

O conteúdo oferecido no blog comidadebebe.pt é puramente para fins informativos. O comidadebebe.pt não se dedica a fornecer aconselhamento profissional, seja médico ou outro, para usuários individuais ou para os seus filhos ou famílias. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto do conselho de um médico ou profissional de saúde, nutricionista ou especialista em alimentação e alimentação pediátrica. Ao acessar o conteúdo em comidadebebe.pt, reconhece e concorda que aceita a responsabilidade pela saúde e bem-estar de seu filho ou familiar. Em troca de fornecer-lhe uma série de informações sobre alimentação e nutrição infantil, introdução da alimentação complementar e receitas, você renuncia a quaisquer reclamações que você ou seu filho possam ter como resultado da utilização do conteúdo que está no comidadebebe.pt.

Leave a Reply

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
Follow by Email
%d bloggers like this: